This is Photoshop’s version of Lorem Ipsum. Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.
Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auctor, nisi elit consequat ipsum, nec sagittis sem nibh id elit.
Duis sed odio sit amet nibh vulputate cursus a sit amet mauris. Morbi accumsan ipsum velit. Nam nec tellus a odio tincidunt auctor a ornare odio. Sed non mauris vitae erat consequat auctor eu in elit.

Conheça os Principais Exames Oculares

Acuidade Visual à laser (PAM)

Também chamado de Retinometria à Laser, permite a antecipação do quanto de visão o paciente virá a ter após a retirada da catarata ou de uma hemorragia intra-ocular. Frequentemente, esse exame evita que o cirurgião realize cirurgias desnecessárias ou que trarão pouco (ou nenhum) benefício ao paciente.

Campo Visual

O campo visual é o conjunto de pontos no espaço que o olho teoricamente imóvel percebe, podendo ser monocular ou binocular. No movimento ocular há um campo visual dinâmico, porém, para o exame do campo visual é fundamental a imobilidade ocular. O exame pode ser realizado nos instrumentos computadorizados ou manuais.

Ecobiometria

Faz a medida das estruturas oculares e é de uso obrigatório para cálculo da lente intra-ocular (LIO) que substituirá o cristalino opaco retirado com a facectomia.

Ecografia (Ultrassonografia)

Indispensável quando a opacidade dos meios transparentes (córnea, lente e vítreo) não permite o exame do interior do olho. Assim, é útil no diagnóstico dos tumores, hemorragias, corpos estranhos intra-oculares e descolamentos de retina.

Exame Neuro-oftamológico

Destina-se à avaliação da parte neuro-sensorial do olho, que inclui a retina e o nervo óptico, além das estruturas retro-oculares como as vias ópticas e o córtex visual cerebral. Várias doenças podem causar dano ao nervo óptico e afetar a visão, ou causar dano aos núcleos cerebrais dos nervos oculamotores causando problemas na movimentação ocular. Além do exame clínico onde é avaliado as condições das pupilas, dos reflexos fotomotores eda papila óptica, lançamos mão de exames complementares extremamente importantes como o campo visual, a topografia de papila ou mais recentemente do analisador computadorizado das fibras do nervo óptico, para fazer o diagnóstico diferencial. Muitas vezes o diagnóstico e o tratamento têm que ser conduzidos de maneira conjunta entre o oftalmologista e o neurologista.

Exame Ortóptico

É um exame complementar ao exame oftalmológico feito pela ortoptista que visa detectar o estrabismo; a ambliopia (a baixa de visão em um dos olhos). O objetivo é o tratamento através do uso de óculos, de oclusão, de exercícios ortópticos feitos no consultório (aparelhos especiais) ou em casa, e se necessário o encaminhamento para cirurgia de estrabismo feito pelo próprio oftalmologista.

Laser de Argônio

Com este laser é possível realizar o tratamento da retinopatia diabética, uma das causas mais frequentes de cegueira em todo o mundo. É também uma arma importante no tratamento do descolamento de retina, assim como tratar diversas modalidades de glaucoma, evitando-se em certos casos, cirurgias mais delicadas.

Microscopia Especular de Córnea

Exame que analisa em detalhes o endotélio corneano, camada mais importante da córnea. O endotélio é o principal responsável pela manutenção da transparência da córnea, mantendo-a em um estado de desidratação parcial e, quando lesado, não apresenta regeneração das células. Através da microscopia especular somos capazes de analisar a quantidade de células endoteliais presentes, seu tamanho e formato, sendo este exame importante no diagnóstico de várias patologias corneanas e na avaliação do risco de descompensação da córnea nas diversas cirurgias intra-oculares.

Paquimetria Ultrassônica

Exame que mede através de ultrassom a espessura corneana. Uma córnea sadia e em perfeito estado funcional apresenta-se dentro de uma faixa de espessura normal. Quando há presença de patologias na córnea ou lesões desta após cirurgias oculares, principalmente em sua camada mais interna (endotélio), a
córnea apresenta-se com edema (inchaço) , portanto mais espessa. Outras patologias, como o ceratocone, levam ao afilamento corneano. Nestes casos, a paquimetria corneana pode ser útil tanto no diagnóstico da patologia, quanto no acompanhamento dos resultados do tratamento instituído e da evolução da doença. Outra aplicação importante é no planejamento das cirurgias refrativas feitas na córnea, seja através de excimer laser (PRK e LASIK) ou de bisturi de diamante (ceratotomia radial e arqueada).

Refração Computadorizada

Método automático de avaliação da refração (grau) do olho, principalmente na presença de miopias, hipermetropias e astigmatismos mais fortes, com córneas irregulares, no ceratocone e em crianças.

Topografia Computadorizada a Laser

Exame realizado para mapear a superfície da córnea. É de fundamental importância para o diagnóstico de diversas patologias, entre elas, o Ceratocone. É indispensável para a avaliação pré-operatória nas pessoas candidatas a cirurgia refrativa para correção de miopia, astigmatismo e hipermetropia. Proporciona também uma perfeita análise da estabilização do astigmatismo após as cirurgias de catarata e transplante de córnea.

Teste de Visão de Cores

É um método auxiliar diagnóstico importante nas doenças da mácula e do nervo óptico.

This is Photoshop’s version of Lorem Ipsum. Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet.
Aenean sollicitudin, lorem quis bibendum auctor, nisi elit consequat ipsum, nec sagittis sem nibh id elit.
Duis sed odio sit amet nibh vulputate cursus a sit amet mauris. Morbi accumsan ipsum velit. Nam nec tellus a odio tincidunt auctor a ornare odio. Sed non mauris vitae erat consequat auctor eu in elit.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/vistasantos/www/wp-includes/class-wp-comment-query.php on line 405